sábado, 21 de novembro de 2015

A obtenção do visto!

Para podermos viajar para a Índia é necessário obter um visto. 
Tudo bem! Já tratei "disto" muitas vezes... Só que desta vez foi diferente. 
Munido dos passaportes, fotografias e confirmação das viagens, lá fui eu de comboio a caminho de Lisboa. Seriam umas 9h 30m e já estava no Restelo à porta da Embaixada de Índia. Obtive a senha 9V... e pensava que era o nono à procura do visto! Mas não eram só nove pessoas a querer visto... eram muitas mais, pois algumas das senhas eram de agências de viagens que apresentavam umas dezenas de pedidos de visto. Por volta das 11h fui atendido pela mesma senhora que há cerca de 30 anos me atendeu na obtenção do meu primeiro visto para a Índia! Apesar da simpatia foi como se me caísse em cima um balde de água fria... todo o "processo" teria de ser feito on line através da Internet! Depois de "carregados" os formulários teriam de ser impressos e entregues na Embaixada (mas só 24h após o "carregamentos"!) juntamente com os passaportes, fotografias e 104€... ou seja: a viagem a Lisboa só não foi em vão, porque fiquei a saber como se podia obter o visto. 
Regressado ao Porto tratei do "carregamento" on line dos formulários, imprimi-os e enviei-os, em correio registado, para a Embaixada. Junto foram os passaportes, cópias dos bilhetes electrónicos, as fotos e um vale postal (se a entrega não for "em mão" em Lisboa só aceitam vales de correio!) de 106.5€ (104€ para os vistos e 2.5€ para a devolução por correio). Passados 5 dias úteis os passaportes com os vistos estavam nas nossas mãos... que alívio!